Site Overlay

Renato Rezende e Priscilla Stevaux começam hoje a jornada pelo ouro olímpico no BMX

Piloto é um dos destaques da seleção

O carioca Renato Rezende e a sorocabana Priscilla Stevaux, começam hoje a disputa pelo ouro no BMX da Rio-2016, com a realização das tomadas de tempo para a definição das baterias de quartas de final, no masculino, e semifinais, no feminino. Enquanto Renato vai para a sua segunda Olimpíada, após estar presente em Londres-2012, quando chegou às semifinais, Priscilla sentirá a emoção de participar pela primeira vez da principal competição esportiva do mundo.

Curta o De Bike no Facebook.

As atividades do BMX começaram na última segunda-feira com treinos livres, quando os pilotos puderam avaliar a pista. Após as tomadas de tempo, marcadas para logo mais às 13:30h, os homens voltarão à pista no Centro Olímpico de BMX, em Deodoro, amanhã, quando serão realizadas as quatro baterias das quartas de final, entre 13:30h e 14:35h. Na sexta-feira, acontecem as semifinais no mesmo horário dos dias anteriores, em seguida os campeões vão ser conhecidos após às duas finais.

Pista de BMX do Parque Radical em dia de teste

Confiante em um bom resultado, Renato Rezende chega recuperado após sofrer uma lesão na clavícula em fevereiro deste ano. – Atingi minha expectativa, que era chegar o mais bem preparado possível nestes Jogos Olímpicos. Me recuperei totalmente da minha lesão e me sinto muito bem para competir. Minha meta é chegar na final. Acredito muito nisso e treino para atingir este feito. E, caso eu consiga isso, aí é dar tudo para conquistar a melhor colocação -, conta Rezende.

Já Priscilla não esconde a alegria e a ansiedade de disputar pela primeira vez uma Olimpíada. – Ainda estou vivendo um sonho. Foram anos de muita dedicação e luta para garantir a vaga e representar meu país. Espero fazer uma boa competição, honrar meu país e todos que estiveram ao meu lado nesta caminhada. Um grande resultado para mim de fato seria conquistar uma medalha, representar o Brasil na final, fazer meu melhor e um pouco mais. Um momento assim é único na vida de qualquer atleta da delegação brasileira, por isso sei a importância de dar sempre meu máximo -, conclui a ciclista.

Source: De Bike (Globo) / Renato Rezende e Priscilla Stevaux começam hoje a jornada pelo ouro olímpico no BMX

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.