Site Overlay

Flávia Oliveira tem novo patrocinador e se diz preparada para a Rio-2016

Flávia treinando no Circuito Olímpico

A carioca Flávia Oliveira (Specialized Racing), campeã brasileira de estrada em 2014 e vencedora da camisa de montanha no Giro da Itália no ano seguinte, será pela primeira vez na carreira, uma das representantes do Brasil no ciclismo feminino do Jogos Olímpicos.

– Os Jogos Olímpicos só são realizados a cada quatro anos e o privilégio de ser em casa é algo imensurável. A Rio 2016 será um acontecimento único, diferente do Giro da Itália, por exemplo, competição anual -, disse a carioca.

Curta o De Bike no Facebook.

Aos 34 anos de idade, Flávia Oliveira começou tarde no esporte, com 25 anos. Morando em Littleton, no Colorado (EUA), a ciclista carioca teve dentro de casa o incentivo para agora fazer parte do time Specialized, uma vez que seu marido Nathan Parks também compete pela marca, na equipe Specialized/Touchstone Masters. – Meu marido, que eu gosto de chamar de carrasco personal, também faz parte da equipe. Para mim representa muito esse patrocínio da Specialized Brasil, que será a primeira empresa brasileira a me apoiar até hoje -, relata.

– Minha decisão foi baseada na necessidade de eu ter apoio nas provas realizadas nas Américas, como o Brasileiro, Pan-Americanos e, claro, a Olimpíada, que será excepcionalmente no Rio de Janeiro, a minha cidade. Nós atletas sentimos na pele a grande diferença que faz você correr com os melhores equipamentos e de ter o suporte ideal em uma prova importante”, destaca Flávia.

Flávia e a sua nova bike

Com o novo rumo em sua carreira, o planejamento de Flávia foi alterado, não competindo o Giro da Itália, onde defenderia o título de campeã de montanha. A ciclista está na República Tcheca e disputa de quinta (7) a domingo (10) o Tour de Feminin. No dia 1º de agosto ela desembarca no Brasil, para a Rio-2016. – Estou contente com os treinamentos e toda preparação feita de junho para cá, após o Pan da Venezuela, visando a Olimpíada -, conta.

Flávia avalia ainda o percurso do ciclismo de estrada feminino, com 130 km de extensão, que será realizado no dia 6 de agosto. – Me arrepia falar sobre esse assunto, porque são praticamente as únicas estradas que eu treino quando vou para casa visitar minha família. Eu chamo de ‘Belo & Brutal’. Será bem seletivo, por vários motivos. Terá um gostinho de corrida clássica, porque pode ter vento ao longo do mar, subidas curtas e duras (estilo belga) e finalizando com uma super subida da Vista Chinesa. Sem contar que as descidas também são técnicas e a chegada é plana -.

Para a Rio 2016, ela aponta cinco atletas com mais chances de medalhas. – Acho que as nações com maior número de atletas ditarão a corrida e conseguirão proteger suas atletas na briga pelo ouro. Ao meu ver, as principais favoritas ao pódio são a Megan Guarnier (EUA), Lizzie Armitstead (Inglaterra), Anna van der Breggen (Holanda), Kasia Niewiadoma (Polônia) e a Elisa Longo Borghini (Itália). Mas, no ciclismo tudo pode acontecer -, finaliza.

Source: De Bike (Globo) / Flávia Oliveira tem novo patrocinador e se diz preparada para a Rio-2016

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.